terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Conselho de Ética adia para amanhã votação de parecer sobre Cunha

Reunião da comissão
O Conselho de Ética adiou para quarta-feira (9), às 13h30 a reunião para votar o parecer preliminar do relator Fausto Pinato (PRB-SP) pela continuidade das investigações sobre o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

O adiamento ocorreu devido ao início da Ordem do Dia no plenário principal da Câmara, onde será escolhida a comissão especial do impeachment da presidente Dilma Rousseff. 

Durante a reunião desta tarde no Conselho de Ética, o relator Fausto Pinado ressaltou que durante o processo Cunha terá o direito de se defender. “Em momento algum, entro na questão de mérito e levaremos em consideração todas as ponderações”, disse o relator.

O deputado Manoel Junior (PMDB-PB) formulou questão de ordem pedindo mais uma vez o afastamento do deputado Júlio Delgado (PSB-MG) do Conselho de Ética que vai definir pela continuidade ou não da representação contra o presidente Eduardo Cunha. Segundo Manoel Junior, por Delgado ter sido candidato contra Cunha para presidência da Casa, ele não possui isenção para julgar. “A posição de Delgado superou a disputa eleitoral. Ele não detém a imparcialidade necessária”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário