quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Michel Temer processa Cid Gomes por ter sido chamado de 'chefe de quadrilha'

Michel processa Cid Gomes
Sem alarde, o vice-presidente da República e presidente do PMDB, Michel Temer, decidiu processar o ex-ministro da Educação de Dilma Rousseff e o ex-governador do Ceará Cid Gomes por declarações feitas durante convenção do PDT, no dia 17 de outubro passado, quando se filiou à legenda.

Durante a cerimônia, Cid acusou Temer de ser "chefe da quadrilha de achacadores que assola o Brasil" e disse que o País não iria avançar com o PMDB no Palácio do Planalto.

"Muito menos o Brasil pode avançar se entregar a Presidência da República ao símbolo do que há de mais fisiológico e podre na política brasileira, que é o PMDB liderado por Michel Temer, chefe dessa quadrilha que achaca e assola o nosso País" , afirmou o ex-ministro na ocasião.

Em entrevista ao Diário do Nordeste no dia 31 de dezembro, Cid reforçou que Temer era o "chafão do estilo achacador" que seria típico do PMDB. Em outra entrevista exclusiva na terça-feira (5), o ex-governador sugeriu à presidente Dilma que deixe o PT e se declare alheia ao processo eleitoral da sua sucessão como forma de tentar reverter os baixos índices de popularidade.

No dia 5 de novembro, Temer e o PMDB ingressaram com uma representação criminal na Justiça Federal de Brasília contra o ex-governador cearense acusando-o de ter cometido os crimes de calúnia, injúria e difamação. Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário