domingo, 6 de agosto de 2017

Na Assembleia Mirian Sobreira discute pactuação de recursos para a Saúde

Mirian tem debatido assuntos de interesse do povo na AL
Pactuação de recursos para a Saúde foi um tema amplamente discutido no primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa, da última quinta-feira, (03). A deputada estadual, Mirian Sobreira (PDT), durante seu discurso explicou que se faz necessário ampliar essa discussão sobre os aportes de recursos que financiam o setor da Saúde pública no país.  

De acordo com a deputada, existe um problema muito grande de subfinanciamento do Sistema Único de Saúde (SUS) que acaba gerando um problema grave no Brasil. Mirian Sobreira afirmou ainda que se faz necessário ter uma definição mais bem definida sobre as chamadas pactuações de responsabilidade que existem entre Governo Federal e entes federados, no caso de Estados e também com os municípios. 

Em relação a essa pactuação, a deputada Mirian Sobreira lembrou que os investimentos no setor da Saúde não são feitos apenas pelo Estado e esse desconhecimento muitas vezes gera crítica ao governo do Ceará."O Ceará é um dos estados que mais investiu em saúde nos últimos anos e, antes de criticar, seria prudente avaliar se a pactuação entre Governo Federal, Estado e municípios está sendo feita”, defendeu ela. 

Durante seu pronunciamento, a parlamentar falou sobre o congelamento de gastos para a Saúde por parte do Governo Federal, durante 20 anos sem uma definição de aporte de recursos para o setor nesse período. “Existe uma lacuna grande em relação aos investimentos do Governo Federal na saúde, o que é algo muito grave. O que existem são programas pontuais, que aos poucos estão acabando e enxergo isso com uma preocupação enorme”, alertou a deputada.

Ela afirmou ainda que, “se as responsabilidades do governo federal, estaduais e municipais forem mais bem definidas, a culpa não vai cair somente nas costas de um desses”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário