sábado, 19 de agosto de 2017

Rotary Club de Iguatu e CEMEAR fazem parceria visando combater a Hepatite C

Reunião do Rotary (Foto: Arquivo Rotary)
Com o propósito de desenvolver o programa ‘Hepatite Zero’, o Centro Microrregional Especializado de Atenção à Saúde Reprodutiva e Sexual (CEMEAR) e Rotary Clube de Iguatu vislumbram parcerias para ano rotário 2017/2018. A união entre as representações ocorreu em meio a reunião na sede do club na última quarta-feira, 16.

Representantes do centro apresentaram as atividades e programas que são desenvolvidas. “O CEMEAR oferece o atendimento de especialidade de urologia ginecologia, mastologia, e obstetrícia para casos de pré-natal de alto risco e programas DST e HIV”, explicou Alexandra Araújo. 

A chegada de um profissional infectologista contribuiu para uma melhor ofertar dos serviços públicos. “Com o médico infectologista realizamos serviços de testes de HIV, Sífilis, Hepatite, entre outros gratuitamente e consequentemente ser preciso for encaminhamos para o tratamento”, ressaltou Alexandra.

O projeto foi criado pela Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite, ação com mesmo foco é desenvolvido em escala mundial pelo Rotary Club Internacional, que há dois anos realiza ações voltadas à erradicação da Hepatite C, identificando e fornecendo suporte aos portadores da doença.

O Rotary Club de Iguatu planeja realizar 1.000 testes durante os dias da feira agropecuária da 54ª ExpoIguatu. “Nossa missão é dar nossa parcela de contribuição para o combate, vamos aproveitar o período de maior circulação de pessoas para desenvolver essa ação que ocorrerá em parceria também com a secretária de saúde”, adiantou. Vinicius Mendonça presidente do Rotary Club de Iguatu.

Saiba mais
A hepatite C é uma infecção causada por um vírus transmitido através do contato com sangue contaminado. Embora ataque, principalmente, o fígado - chegando a desencadear cirrose ou câncer -, a doença interfere na ação da insulina no organismo e pode causar diabetes tipo 2.

O teste é rápido e feito com apenas algumas gotas de sangue retiradas da ponta do dedo. Com o diagnóstico positivo, as pessoas serão orientadas e encaminhadas para o tratamento adequado e gratuito. Informações da Assessoria do Rotary de Iguatu

Nenhum comentário:

Postar um comentário